1 Psicologia: Ciência e Profissão 2007 Vol: 27(4):. DOI: 10.1590/S1414-98932007000400006

Educação inclusiva no ensino superior: um novo desafio

The growing admission of students with intellectual disability in the regular classes at colleges and universities requires a deeper thought about inclusive education. This article aims to discuss the challenges that this new perspective provides in education, especially in the Brazilian higher education system, such as the purposes and the eligibility of their careers. The history of the University is briefly recovered and its main distinguishing marks, as well as its consequences at the Brazilian higher educational institutions. This article analyzes the inclusive education project at both national and international scenarios and identifies three levels of challenges in this field: the clearness of the institution's purposes and its degrees and who would be the ones eligible for those; the need of increasing our teacher's education so that they can be educated to take the differences into account and, at last, an openness to recognize and discuss the differences together with the students as well as create strategies to overwhelm all difficulties that may appear during the educational process.

Mentions
Altmetric
References
  1. ADORNO, T. W. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra , (1995) .
  2. ADORNO, T. W; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. 2ª ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1969 , (1985) .
  3. AINSCOW, M.; PORTER, G.; WANG, M. Caminhos para as Escolas Inclusivas. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional , (1997) .
  4. AMARAL, L. A. Conhecendo a Deficiência: em Companhia de Hércules. São Paulo: Robe , (1995) .
  5. _____________. Diferenças, Estigma e Preconceito: o Desafio da Inclusão. In: Oliveira, M. K., Souza, D. T.; Rego, T. C. (org.), Psicologia, Educação e as Temáticas da Vida Contemporânea. São Paulo: Moderna, 2002 , 233-268 .
  6. BRASIL. Ministério da Educação. Reforma universitária. Disponível em Link Acesso em 17 jul , (2005) .
  7. BRASIL. Secretaria de Educação Superior. Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria-Geral da Presidência da República. Inclusão no ensino superior recebeu investimentos de R$ 17 milhões. Em Questão. Disponível em <Link Acesso em 22 fev , (2006) .
  8. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Educação Inclusiva: experiências educacionais inclusivas Disponível em Link Acesso em 12 fev. 2007 , (2006) .
  9. CHAUÍ, M. A universidade pública sob nova perspectiva. Disponível em Link Acesso em 10 jul , (2006) .
  10. COOK, B.G.; TANKERSLEY, M.; COOK, L.; LANDRUN, T.J. Teacher´s attitudes toward their included students with disabilities. Exceptional Children, Glasgow, v. 67, n. 1 , 115-135 (2000) .
  11. CROCHÍK, J. L.; FERRARI, M.A.L.D.; HRYNIEWICZ, R. R.; BARROS, O. N.; NASCIMENTO, R.B. Preconceito e atitudes em relação à educação inclusiva. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 24, n. 46, pp. , jul/set , 55-70 (2006) .
  12. ______________. Preconceito, indivíduo e cultura. São Paulo: Robe , (1997) .
  13. DURHAM, E. R. A autonomia universitária - extensão e limites. Disponível em <Link Acesso em 29 abr , (2005) .
  14. JENKINS, J. R.; ODOM, S. L.; SPELTZ, M.L. Effects of social integration on preschool children with handicap. Exceptional Children, Glasgow, v. 55, n. 5 , 420-428 (1989) .
  15. GRACIA, V. S. La Educación Integradora en Europa. Valencia: Artes Gráficas Soler , (2000) .
  16. LEÓN, M.J. La perspectiva del profesor tutor sobre los problemas de la integración de los niños con necesidades educativas especiales. Revista de Educación Especial, Barcelona, n. 14, pp., ago./ , 77-83 (1994) .
  17. MANTOAN, M. T. E. Inclusão Escolar: o que É? Por quê? Como Fazer? São Paulo: Moderna , (2003) .
  18. MARTINS, J. S. A Exclusão Social e a Nova Desigualdade. São Paulo: Paulus , (1997) .
  19. MENDONÇA, A. W. A Universidade no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n.14, pp. maio/ago , 131-150 (2000) .
  20. MITTLER, P. Educação Inclusiva: Contextos Sociais. Porto Alegre: Artmed , (2003) .
  21. MOEHLECKE, S. Fronteiras da Igualdade no Ensino Superior: Excelência e Justiça Racial. Tese de doutorado em Educação. Universidade de São Paulo, São Paulo , (2004) .
  22. MONTEIRO, M. B.; CASTRO, P. Cada Cabeça sua Sentença. Oeira: Celta Editora , (1997) .
  23. ODOM, S. L.; DEKLYEN, M.; JENKINS, J. R. Integrating handicapped and nonhandicapped preschoolers: developmental impact on nonhandicapped children. Exceptional Children, Glasgow, v. 51, n. 1 , 41-48 (1984) .
  24. ORTEGA, C. J. Educación, compensación y diversidad. Revista de Educación Especial, Barcelona, n. 20, pp., jul./set , 9-15 (1995) .
  25. PASTELLS, A. A. La integración de alumnos deficientes en la escuela ordinaria. Revista de Educación Especial, Barcelona, n. 12, pp., ago./ , 44-57 (1993) .
  26. SEKKEL, M. C. A Construção de um Ambiente Inclusivo na Educação Infantil: Relato e Reflexão sobre uma Experiência. Tese de doutorado em Psicologia. Universidade de São Paulo, São Paulo , (2003) .
  27. ___________. Reflexões sobre possibilidades e limites da educação inclusiva. Boletim de Psicologia, São Paulo, v.LV, n. 122 , 43-58 (2005) .
  28. SILVA, S. Diversidade e exclusão: a sensibilidade de quem as vive. Construindo alternativas de política de inclusão. Disponível em Link Acesso em 10 jul , (2006) .
  29. UNESCO. Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília: CORDE , (1994) .
  30. VIEGAS, L.S.; ANGELUCCI, C.B. (orgs.) Políticas Públicas em Educação: uma Análise Crítica a Partir da Psicologia Escolar. São Paulo: Casa do Psicólogo , (2006) .
Expand