1 Revista Brasileira de Sementes Vol: 31(2):. DOI: 10.1590/S0101-31222009000200027

Germinação e vigor de sementes de mamão (Carica papaya L.) cv. Golden secadas em altas temperaturas

This study investigates the immediate and latent effects of high drying-air temperatures on the physiological quality of Golden papaya seeds. Thin-layer convective drying tests were conducted employing two levels of drying-air temperature, 50 and 58ºC, and a single level of dry-airflow rate, 1.00kg s-1 m-2. Upon removal from the dryer, seeds were hermetically stored at 15ºC for 90 and 180 days. High drying-air temperatures had an immediate deleterious effect on seed vigour. Analysis of the latent effects revealed that best vigour results were obtained for seeds dried at 58ºC and stored for 180 days at 15ºC. Germination percentage immediately after drying was reduced for seeds dried at 50ºC only. Germination of the seeds submitted to other treatments was not affected by drying-air temperature or storage period, when compared to the values obtained for fresh seeds.

Mentions
Figures
Figure 1 Figure 2
Altmetric
References
  1. AGRIANUAL: anuário da agricultura brasileira. São Paulo: FNP Consultoria e Comércio 520p , (2007) .
  2. ALTHOFF, M.A.; CARMONA, R. Conservação de sementes de mamão (Carica papaya L. Caricaceae). Revista Brasileira de Sementes, v.21, n.1 , 151-156 (1999) .
  3. ALVES, F.L.; PACOVA, B.E.V.; GALVAES, P.A.O. Seleção de plantas matrizes de mamão, grupo Solo, para produção de sementes.In: MARTINES, D.S.; COSTA, A.F.S. (Ed.). A cultura do mamoeiro: tecnologias de produção. Vitória: Incaper p , 103-114 (2003) .
  4. AROUCHA, E.M.M.; SILVA, R.F.; OLIVEIRA, J.G.; VIANA, A.P.; GONZAGA, M.P. Época de colheita e período de repouso dos frutos de mamão (Carica papaya L.) cv. Golden na qualidade fisiológica das sementes. Ciência Rural, v. 35, n.3 , 537-543 (2005) .
  5. ASHRAE. Psychrometric chart No. 3 (SI). High temperature (10 to 120 ºC) - Sea level. Atlanta: American Society of Heating, Refrigerating, and Air-Conditioning Engineers 1p , (1992) .
  6. BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para análise de sementes. Brasília, DF: SNDA/DNDV/CLAV 365p , (1992) .
  7. BROOKER, D.B.; BAKKER-ARKEMA, F.W.; HALL, C.W. Drying and storage of grains and oilseeds. New York: Van Nostrand Reinhold 451p , (1992) .
  8. CQH/CEAGESP. Programa brasileiro para a modernização da horticultura. Normas de classificação do mamão (Carica papaya L.). Centro de Qualidade em Horticultura (CQH) / Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP). São Paulo: CQH 6p. (Documento 25) , (2003) .
  9. COCHRAN, W.G. Sampling techniques. New York: John Wiley & Sons, Inc. 448p , (1977) .
  10. GARCIA, D.C.; BARROS, A.C.S.A.; PESKE, S.T.; MENEZES, N.L. A secagem de sementes. Ciência Rural, v.34, n.2 , 603-608 (2004) .
  11. JOSÉ, A.S.; MARIN, S.L.D. Propagação do mamoeiro. In:RUGGIERO, C. (Ed.). Mamão. Jaboticabal: FCAV/UNESP p , 177-194 (1988) .
  12. MARTINS, G.M.; SILVA, R.F.; ARAÚJO, E.F.; VIEIRA, H.D.; VIANA, A.P. Influência do tamanho do fruto, do peso específico e do período de armazenamento na qualidade fisiológica de sementes de mamão cv. Golden. Revista Brasileira de Armazenamento, v. 29, n.2 , 98-103 (2004) .
  13. MARTINS, G.M.; SILVA, R.F.; ARAÚJO, E.F.; PEREIRA, M.G.; VIEIRA, H.D.; VIANA, A.P. Influência do tipo de fruto, peso específico e do período de armazenamento na qualidade fisiológica de sementes de mamão do grupo Formosa. Revista Brasileira de Sementes, v.27, n.2 , 12-17 (2005) .
  14. MELO, E.C.; LOPES, D.C.; CORRÊA, P.C. GRAPSI - Programa computacional para o cálculo das propriedades psicrométricas do ar. Engenharia na Agricultura, v.12, n.2 , 145-154 (2004) .
  15. NELLIST, M.E.; HUGHES, M. Physical and biological processes in the drying of seed. Seed Science and Technology, v.1, n.1 , 613-643 (1973) .
  16. OLIVEIRA, J.R.P.; TRINDADE, A.V. Propagação e formação de pomar. In: TRINDADE, A.V. (Ed.). Mamão - produção: aspectos técnicos. Brasília, DF: Embrapa p , 20-25 (2000) .
  17. POPINIGIS, F. Fisiologia da semente. Brasília: AGIPLAN 289p , (1985) .
  18. PRADO, M.M.; SARTORI, D.J.M. Avaliação da secagem convectiva de sementes de papaya com e sem mucilagem. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA QUÍMICA, 13, 2000, Águas de São Pedro. Anais. Águas de São Pedro: Sonopress Rimo LTDA v.1 , 54801-54810 (2000) .
  19. SANTOS, R.C.A.; AMPAIO, L.S.V.; COSTA, J.A. Condição ambiental, teor de água e embalagem na viabilidade e no vigor de sementes de mamão. Revista Brasileira de Sementes, v.21, n.2 , 194-202 (1999) .
  20. SCHMILDT, E.R.; FRONZA, V.; DIAS, J.L.S.; UNÊDA, S.H.; ALVARENGA, E.M. Comparação de métodos físicos de remoção da sarcotesta e de métodos de secagem de sementes de mamoeiro (Carica papaya L.). Revista Brasileira de Sementes, v. 15, n. 2 , 147-151 (1993) .
  21. SILVA, J.S.; AFONSO, A.D.L.; DONZELLES, S.M.L. Secagem e secadores. In: SILVA, J.S. (Ed.). Secagem e armazenagem de produtos agrícolas. Viçosa: Aprenda Fácil p , 107-138 (2000) .
  22. TOKUHISA, D.; DIAS, D.C.F.S.; ALVARENGA, E.M.; DIAS, L.A.S.; MARIN, S.L.D. Tratamentos para superação da dormência em sementes de mamão. Revista Brasileira de Sementes, v.29, n.1 , 131-139 (2007) .
  23. VIGGIANO, J.R.; VIEIRA, H.D.; SILVA, R.F.; ARAÚJO, E.F.; VIANA, A.P. Conservação de sementes de mamão (Carica papaya L.) em função do grau de umidade, tipo de embalagem e ambiente de armazenamento. Revista Brasileira de Sementes, v.22, n.2, p., 2000a , 279-287 .
  24. VIGGIANO, J.R.; SILVA, R.F.; VIEIRA, H.D. Ocorrência de dormência em sementes de mamão (Carica papaya L.). Sementes Online, n.1, p., 2000b , 06-10 .
Expand